sábado, 2 de janeiro de 2016

Lembranças

                                                                Quem já teve um diário? ___que todos os dias escrevei suas duvidas, frustrações, sonhos, metas, eu tive dois, um perdei na chuvas que já teve em minha cidade e perdi alguns documentos e outros não  muito escrito achei em uma organização no meu armário, para mim ter um diário é como grande amigo,  folheando as paginas encontrei alguns relatos da minha infância.
                                                                   Eu apanhava bastante da minha mãe, o meu pai quando nos corrigia  não era brincadeira e a minha vó era muito carinhosa comigo, depois do falecimento dela tudo mudou, comecei a estudar com a sra.Ana próximo da minha casa, depois foi estudar na Escola de 1º Grau Gil Bernardes, em 1982 a minha mãe fez a quadra da loto, ganhou mil cruzeiros, nós dormiam no chão a nossa casa de madeira tinha greta de 3cm, eramos muito pobre meu pai estava doente, a minha era muito nervosa e qualquer coisa que aborrecia ela ela falava que iria me tirar da escola, um dia ela pegou todos meus cadernos queimou e disse: você não estuda mais, foi um período muito complicado precisei começar a trabalhar como auxiliar de cozinha com 13 anos, a minha chefe D.Eliete era muito legal e sempre falava: você precisa voltar estudar, conversou com a minha mãe e no final de 1984, voltei a estudar mais já esta trabalhando de domestica na casa de Elizabet, ela entrou em acordo com a minha mãe e disse: preciso de uma pessoa para trabalhar em minha casa mais quero que ela estude, e finalmente mamãe concordou, em 1985, nasceu a minha afilhada Patricia, linda, fiquei nesta casa até me casar. A vida é feita de altos e baixos, neste recordações, uma coisa é certa a mudança na minha vida veio através da educação e pessoas que entendiam que a educação transforma, tive o primogênito em 1988, e o meu segundo filho 1991,em 1994 voltei a estudar novamente concluindo assim o ensino médio.É logico que eu perdoei aos meus pais, pois eles não tinha a dimensão de transformação de vida através da educação. Estas lembranças me fez ir  a historia de Mefibosete, neto de Saul, II Samuel 9:6-13. Conclusão todas pessoas que passam pela sua vida irão deixar marcas boas e eternas de sabedoria e integridade.