segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

AIDS

                                                  Ainda há pessoas morrendo com a AIDS, infelizmente por mais que tenha a divulgação que a doença ainda não tem cura, no período do carnaval fica mais evidencia  pela distribuição dos preservativos em campanha do ministério da saúde, mas sabemos que a prevenção é a melhor forma de se evitar as doenças sexualmente transmissível, o aumento de mulheres casadas cresceu pelo machismo dos seus cônjuges; também no uso do crack onde as mulheres com dependência química, tem  vários parceiros que são os provedores financeiro, crescendo  a cada dia as estatística da doença, nas ruas do Brasil.Sem falar que a liberdade sexual entre jovens e adolescentes desenfreada," ninguém é de ninguém" trocam de parceiros igual trocam de camisas, homossexualismo, lgbts, outros grupos. No âmbito da educação as escolas tentam de uma forma quase tímida  transmitir aos jovens e adolescentes com a questão da gravidez precoce, os avós que assume a criança que vai nascer porque o rapaz diz: só ficamos juntos uma vez. Para piorar a situação muitos pais e responsável que tem filha de 11 a 13 anos,não dão permissão para as meninas serem vacinadas contra HPV, http://drauziovarella.com.br/mulher-2/a-seguranca-da-vacina-contra-hpv/.
                                                Fazendo um paralelo, na bíblia relata o principio das dores, em Mateus 24, a distruição de Sodoma e Gomora em Gênesis 19, estudando alguns fatos descritos nestes livros , é preciso que a igreja se posiciona em esclarecer aos membros  da fidelidade no casamento e esperar o pelo escolhido(a) do Senhor, corte, palestra de saúde,exames pre-nupcial, acompanhamento com genecologista na primeira menstruação,