segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Dracma da Alegria

                                                                      Dezembro é muita correria com  preparativos para o natal  e pintar a casa, trocar o móvel que já esta velhinho, aproveite o 13º salario  dá uma renovada, mas interessante é que este dinheiro extra só vez uma no ano, e os famosos bônus  de produtividade, ainda não ouvi alguém dizer vou guardar o meu extra, no Brasil são poucas as pessoas que  poupam dinheiro, fazer reserva, planejar para uma viajar nas férias.
                                                           Este ano em meio a crise econômica, muitas pessoas desempregada, a  informalidade aumenta, o dólar esta em alta, mas o euro esta instável, e ainda tem brasileiros que querem ir embora do Brasil. Na bíblia conta historia em Lucas 15:8-10, da  10 dracmas  de uma mulher, mas perdeu uma dracma e começou uma faxina  a procura desta moeda da época, ela poderia  deixar de lado afinal tinha 09 dracmas, as vezes adiar algumas ações na vida tem deixado marcas e cicatrizes, sendo que poderia ser resolvida logo, neste dia quero compartilhar algo da minha vida, em 1996 passei por uma crise de vesícula, que se agravou  para uma pancreatite,  fiquei eternada 45 dias no Hospital Evangélico , meus filhos eram muito pequenos, quase morri, Deus já tinha uma missão para minha e me concedeu novamente a vida, apos 3 anos apos este episódio houve a separação, no ano seguinte a perda do meu pai, uma sequencia de perdas e mudança, porque resolvi falar disto, todos nós temos tempos de adversidade e abundancias vai depender como encara  a situação, o passado é como uma erva daninha  precisa retira-la sempre se não ela impedi você crescer.Finalizando o ano vamos inciar com paginas em branco permitir que Deus escreva uma nova historia através de sua vida, chore e sorria bem alto com gargalhadas para exercitar os 150 músculos da sua face.Concluindo a historia  a mulher chamou as amigas e comemorou o  resgate da dracma que estava dentro de casa , quantas vezes guardamos algo e esquecemos onde colocamos.